Ministros ext. da Comunhão

Ministro-da-Sagrada-Comunhão“Este ministério tem como Patrono o Beato Mateus Moreira, que enfrentou seus algozes gritando “Louvado seja o Santíssimo Sacramento“. Esta é a missão dos Ministros Extraordinários da Comunhão, levar o Santíssimo Sacramento a aqueles que, impossibilitados de irem até a Igreja, possam em suas casas, hospitais, asilos, ou onde estiverem, louvar a Jesus Sacramentado, recebendo Dele todo o carinho, sustento, conforto e consolo.

Os Ministros são a Igreja que vai ao encontro das ovelhas enfermas, assim como fazia Jesus.

Este ministério é realizado por leigos e leigas participantes de sua paróquia, com uma caminhada espiritual amadurecida e comprometida e por um tempo determinado (por isso são extraordinários).

As pessoas são convidadas para o ministério pelos párocos e vigários. Quando é necessário, alguns membros paroquiais podem indicar algum nome, mas quem os escolhe é o próprio Jesus. O primeiro pensamento que ocorre nos corações dos convidados é : “eu não sou digno de exercer este ministério”.  Realmente ninguém o é, mas a grande graça nos vem da Misericórdia de Deus, que permite o transporte de Seu Filho Sacramentado em mãos tão pecadoras em benefício, ou melhor, por amor aos seus filhos enfermos.

Após um tempo de formação e preparação espiritual, recebem do Senhor Bispo Diocesano a imposição das mãos com o “Grave Encargo de Distribuir a Eucaristia”.

O Ministro da Comunhão deve sempre adequar a sua vida a vida Daquele que carrega.

Nossas assembleias estão sempre cheias, assim se torna um dos deveres também ajudar nas Santas Missas, pois seria inviável a distribuição da Eucaristia somente pelos Sacerdotes e Diáconos.

Além da Eucaristia são preparados para os Ministérios das Bênçãos e Exéquias ou Consolo. Não exercem necessariamente os três ministérios.

Fonte: Texto adaptado de www.diocese-sjc.org.br

Imprimir