Mensagem do pároco › 15/04/2014

Junto ao andor

Junto ao andor 

 

Meu avô materno carregou por muitos anos o andor de Nossa Senhora das Dores nas procissões da Semana Santa. Quando menino, fui algumas vezes acompanhando-o nessa devoção. Ficava encantado em ver o respeito e a dedicação daqueles homens que vestiam um jaleco roxo, colocavam as almofadas nas barras de madeira que sustentavam o andor e exerciam sua função com emoção. Essa devoção é uma tradição que passa de pai para filho e acontece até hoje. Meu tio também carregou a andor por um tempo até ter um problema no joelho.

Tinha um orgulho enorme de acompanhar meu avô nas procissões. Achava tudo muito bonito: as velas, o silêncio, as orações, o andar respeitoso das pessoas, o sermão após a procissão… E quanta gente! Na minha cidade natal, Formiga (MG), e em outras cidades mineiras, a tradição das procissões e as grandes celebrações campais na Semana Santa continuam e sempre com muita gente. Eu ainda acho tudo muito bonito. Mas, hoje, o que mais me encanta é a fé do povo, a manifestação pública do amor, da esperança, da gratidão a Deus simbolizado nas tradições da Semana Santa que celebram e fazem memória do gesto de amor e doação de Nosso Senhor Jesus Cristo.

Nessa semana, em muitos lugares do Brasil, aqui na nossa Paróquia, o povo vai através das tradições, das celebrações, das procissões demonstrar sua fé, seu amor e gratidão a Jesus, nosso Salvador.

Que a Semana Santa, que se iniciou domingo, seja um momento de renovação da sua confiança e do seu amor a Deus. Deus o abençoe e Feliz Páscoa!

Imprimir

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *